Arquivo | Março, 2011

Licor de laranja

25 Mar

Receita

Ingredientes:

  • 75 gramas de laranja (casca)
  • 500 ml de aguardente
  • 600 gramas de açúcar
  • 350 ml de água

Preparação:

Utilize cascas finas de laranja, que tenham pouca casca interior branca e corte em tiras finas. Junte com a aguardente num frasco de vidro com tampa e deixe repousar durante 8 dias. Após este processo misture a água com o açúcar num tacho e deixe ferver em lume brando até formar uma calda (ponto pérola). Reserve para arrefecer.
Quando tiver arrefecido misture com a aguardente tendo o cuidado da filtrar com um coador fino ou filtro de papel. O licor está pronto, pode engarrafá-lo.

Anúncios

Licor de Hortelã

25 Mar

Receita

Ingredientes:

  • 300 gr de açúcar refinado
  • 250 ml de álcool para licor (90°)
  • 15 g de folha de hortelã frescas e picadinhas
  • 3 sementes de anis.

Preparação:

Limpe as folhas de hortelã com um pano húmido. Coloque-as num frasco grande de vidro que possa ser bem fechado. Adicione as sementes de anis e o álcool e feche bem o recipiente, mantendo-o num local fresco para descançar por 8 dias.Agite o frasco pelo menos uma vez por dia durante este período.

Coloque o açúcar numa panela com 2 chávenas de água e deixe ferver em lume brando, sem mexer, ate formar uma calda grossa. Retire do fundo e deixe a calda arrefecer. Junte-a à hortelã macerado no álcool. Deixe macerar por mais 1 ou 2 dias e só então passe pelo filtro de papel.

Coloque o licor em garrafas e tape bem. Deixe num local fresco e ventilado durante, pelo menos, 2 ou 3 meses, antes de consumir.

Licor de amêndoa

25 Mar

Receita

Ingredientes:

  • 300 ml de vinho licoroso
  • 500 gramas de açúcar
  • 200 ml de aguardente
  • 1 colheres de sopa de essência de baunilha
  • essência de amêndoa meio frasco
  • 200 ml de água

Preparação:

Junte todos os ingredientes e bata bem no liquidificador.  Engarrafe e armazene pois o licor fica melhor com a idade.

Licor de Anis

25 Mar

Receita

Ingredientes:

  • 1 litro de álcool;
  • 10 gotas de essência de anis;
  • 1,5 kg de açúcar.

 

Preparação:

Dissolva o anis no álcool e reserve. Prepare uma calda num tacho com o açúcar e 750ml de água em lume brando. Junte a calda com o álcool e filtre para eliminar grumos que  se possam ter formado.

 

Lição nº 46 e 47

25 Mar

Durante a semana de 15 a 18 de Março, foi feita uma divisão acerca dos licores para colocarmos no blog, tendo a Joana Formiga e a Sónia já feito o seu post.

Tivemos também a discutir como seria a apresentação do projecto no final deste período, fazendo uma breve selecção dos doces a apresentar, que são: cavacas de Resende , bolo de mel e tigeladas de castelo branco.

Trás-os-montes

19 Mar

Trás-os-Montes era uma das seis grandes divisões administrativas em que se encontrava dividido o território de Portugal, desde o século XV. Até ao século XVII a Província de Trás-os-Montes constituía uma correcção, administrada por um corregedor- magistrado com funções judiciais e administrativas.

A partir do século XVII, a província passou a ser dividida em várias correcções (também chamadas comarcas), cada uma com o seu corregedor. A província passou, então, a ser apenas uma unidade estatística e uma região militar comandada por um governador das armas. No início do século XIX, Trás-os-Montes incluía as comarcas de Bragança, Miranda, Moncorvo, Vila Real. No interior do seu território estava encravado o couto de Ervededo que dependia da comarca de Braga (província de Entre-Douro-e-Minho).

Tâmega

19 Mar

Em termos geográficos e históricos, apresenta duas realidades muito vincadas: as Terras de Basto, zona de transição entre o Litoral minhoto e as terras transmontanas, englobando os três concelhos mais a norte, e as terras marcadas pelos dois rios que as atravessam, o Rio Douro e o Rio Tâmega. Estas duas realidades são ainda marcadas pelos vales encaixados onde correm os respectivos rios, factores de oposição e, simultaneamente, de unidade entre os diferentes municípios, pelo complexo montanhoso Alvão/ Marão/Aboboreira.