Cornucópias (Angra do Heroísmo)

3 Maio

História:

     Uma cornucópia é um vaso que possui uma forma de corno e no seu interior está repleto de frutos e flores, o que, antigamente, queria simbolizar a fartura, a abundância. Posteriormente, sabe-se que o doce Cornucópia foi inventado pelas freiras, ou seja, é um dos muitos doces conventuais existentes, todavia não existe uma história que possa comprovar que existe um elo de ligação entre o doce e a antiguidade, todavia pensa-se que, efectividade, há esse elo de ligação, pois o doce tem essa mesma forma e é recheado, não com frutos e flores, mas sim com um creme.

Receita:

Ingredientes:

 Para a massa:

  • 500 grs de farinha
  • 2 colheres (sobremesa) de manteiga
  • 2 colheres (sopa) de banha
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • 2 colheres (sopa) de pão torrado e ralado
  • 4 colheres (sopa) de amêndoa ralada

Para o recheio:

  • 500 g de açúcar
  • 12 gemas

Para a cobertura:

  • ·         2 claras

Preparação:

Ligam-se os ingredientes indicados para a massa com água bem quente, adicionada à medida que vai sendo absorvida. Amassa-se muito bem e deixa-se a massa repousar. Têm-se as formas de cornucópias muito bem untadas.
Estende-se a massa fina, cortando-se uma tira que se corta em triângulos. Envolvem-se as formas nestes triângulos de massa, passam-se por clara de ovo batida e, em seguida, pela amêndoa misturada com o pão ralado. Levam-se a cozer em forno bem quente. Desenformam-se cuidadosamente, quase frias. Recheiam-se com ovos moles feitos com os ingredientes indicados.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: