Sardinhas Doces

12 Mar

História

Desenganem-se os que pensam que as sardinhas doces de Trancoso são peixe frito. Nada disso! Há 300 anos a adoçar a boca aos habitantes de Trancoso, as sardinhas doces mais não são que um doce conventual, nascidas das mãos das religiosas de um antigo convento na avenida principal da vila.

Receita

Ingredientes:

Para a Massa:

  • 475 g de farinha de trigo
  • 60 g de banha
  • sal fino
  • 2 dl de água.

Para o Recheio:

  • 200 g de miolo de amêndoa
  • 350 g de açúcar
  • 12 gemas
  • azeite fino
  • açúcar e canela para polvilhar.

Preparação:

Peneire a farinha e uma pitada de sal fino para dentro de uma tigela. Junte a banha e misture com as pontas dos dedos. Gradualmente acrescente água, sem parar de amassar como se fosse pão. Tenda uma bola e deixe levedar durante 30 minutos. Pele as amêndoas e moa-as. Leve ao lume um tacho com o açúcar coberto de água. Deixe ferver até a calda atingir o ponto de pérola. Adicione o miolo de amêndoa e apure mexendo sempre. Deixe amornar. Acrescente as gemas batidas. Misture e leve de novo ao lume sem parar de mexer até o doce fazer estrada. Deixe arrefecer completamente. Estenda a massa e espaçadamente, disponha porções de doce de amêndoa. Dobre, tapando o recheio, corte-a com uma faca, e frite em azeite. Polvilhe com açúcar e canela.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: